A difusão de partituras é o principal objetivo do Musica Brasilis. A iniciativa começou em 2009, com a edição das 218 peças de Nazareth para piano, pela primeira vez disponibilizadas na íntegra pela web. Ao mesmo tempo, investiu-se na edição de obra de compositores atuantes na corte de D. João, como José Maurício Nunes Garcia, Marcos Portugal e Sigismund Neukomm. A parceria com a Academia Brasileira de Música possibilita que sejam mostradas as primeiras páginas de todas as obras editadas para o Banco de Partituras. Recentemente conseguiu-se a aquisição de edições de obras de Alberto Nepomuceno, Henrique Oswald, Glauco Velasquez e Luciano Gallet. A missão é infindável, porém vital, mesmo quando se trata de compositores populares.

Alberto Nepomuceno
Alberto Nepomuceno
Alberto Nepomuceno
Alberto Nepomuceno
Alberto Nepomuceno
Alberto Nepomuceno
Alberto Nepomuceno
Alberto Nepomuceno
Alberto Nepomuceno
Alberto Nepomuceno
Alberto Nepomuceno
Alberto Nepomuceno
Alberto Nepomuceno
Alberto Nepomuceno
Alberto Nepomuceno
Alberto Nepomuceno
Alberto Nepomuceno
Alberto Nepomuceno
Alberto Nepomuceno
Alberto Nepomuceno
Alberto Nepomuceno
Alberto Nepomuceno
Alberto Nepomuceno
Alberto Nepomuceno
Alberto Nepomuceno
Alberto Nepomuceno
Alberto Nepomuceno
Alberto Nepomuceno
Alberto Nepomuceno
Alberto Nepomuceno
José de Anchieta
Almeida Prado
Glauco Velásquez
Glauco Velásquez
Glauco Velásquez
Glauco Velásquez
José Maurício Nunes Garcia
Heitor Villa-Lobos
Heitor Villa-Lobos
Heitor Villa-Lobos
Heitor Villa-Lobos
Heitor Villa-Lobos
Heitor Villa-Lobos
Heitor Villa-Lobos
Heitor Villa-Lobos
Heitor Villa-Lobos
Cláudio Santoro
Cláudio Santoro